REVISÕES: COMO PROCEDER?

Olá! Vamos falar um pouco sobre revisões?

Preliminarmente, cumpre destacar um ponto importantíssimo sempre que a temática é planejamento de estudos, a subjetividade.

Praticamente tudo que esteja relacionado a planejamento de estudos passa por isso (pelo subjetivo de cada um): definição de metas, sistematização das revisões, estrutura do ciclo de estudos, quais as revisões serão programadas e por aí vai….

Pois, bem, falando sobre revisões, existem alguns estudos científicos que apontam qual intervalo de tempo e qual o número de vezes que deveríamos repetir o estudo de um conteúdo para fixá-lo na memória de longo prazo. Esses estudos dizem, em suma, que deveríamos repetir o estudo de um conteúdo 7 vezes e efetuar revisões de 24h, 7 dias e depois a cada 30 dias.

Obviamente, seguir ao pé da letra essa orientação, em muitos casos, é praticamente impossível, para quem estuda, por exemplo, 2h30 ao dia, não é viável que se dedique a efetuar 3 revisões sistematizadas no plano e depois de novo revisar a cada 30 dias, vai chegar um momento em que teremos mais da metade do tempo da meta dedicada a revisões, e aí o conteúdo não “anda” nunca…

Então, o que fazer? Faça, NO MÍNIMO, uma revisão de curto prazo (24h após o estudo do conteúdo) e uma de longo prazo (que pode variar de 30 a 45 dias de intervalo), efetuando a revisão de médio prazo (7 dias) somente quando houver uma boa disponibilidade de tempo.

Ok, mas e as 7 repetições mencionadas anteriormente? Bem, ainda que tenhamos somente 2 revisões programadas afirmo que podemos chegar nessas 7 repetições, não esqueça que fazer questões também é estudar, também é uma forma de rever tópicos estudados. Vejamos então quantas vezes podemos repetir o estudo ao longo do tempo:

  • Estudo teórico
  • Revisão curto prazo
  • Questões
  • Revisão longo prazo
  • Repetição questões realizadas
  • Revisão total ao finalizar estudo da matéria
  • Questões total (fase avançada dos estudos)
  • E a revisão de longo prazo? Deve ser repetida? Em minha opinião é desnecessário efetuar a famosa “revisão a cada 30 dias”, como já disse, se formos adotar essa postura chegaremos ao ponto de dedicar a maior parte do tempo do planejamento a revisões, e aí não iremos exaurir nunca o conteúdo.

    Ademais, dificilmente teremos matérias em que levaremos, por exemplo, mais de 6 meses para finalização, somente em algumas disciplinas mais pesadas em concursos de nível mais elevado teremos essa situação, pois, normalmente, em um período de 6 meses, na maioria dos concursos, conseguimos exaurir o conteúdo de determinada disciplina (em alguns casos pode demorar mais, vai depender, também, da subjetividade de cada um).

    Galera, seguindo uma metodologia adequada, um planejamento bem elaborado e individualizado podemos, ao natural, repetir por até 7 vezes os estudos, notem que no exemplo dado nem inseri a revisão de médio prazo e ainda assim atingimos uma grande quantidade de repetições do estudo de um mesmo conteúdo!

    Logicamente, para efetuar um estudo com essas características, é necessário que tenhamos um prazo razoável para tal, quem estuda com edital já publicado não tem a menor condição de efetuar essa sequência, em fase de pós edital a estratégia muda completamente!

    Forte abraço e enviem suas dúvidas para [email protected]